Ações prioritárias para o turismo na Bahia são debatidas na Seplan

Promover melhorias para o desenvolvimento da atividade turística de forma sustentável, fortalecer a imagem da Bahia, dando visibilidade ao calendário de eventos do estado e desenvolver formas inovadoras de atuação na promoção turística. Esses foram alguns dos temas tratados no encontro sobre as ações prioritárias da Secretaria de Turismo (Setur), realizada na Secretaria do Planejamento (Seplan), nesta quarta-feira (5).

O secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, destacou que o setor turístico possui um imenso potencial na geração de emprego e renda em todas as regiões do Estado e que o Governo tem promovido e planejado ações que buscam ampliar ainda mais sua participação na economia. “A economia do Estado carece dessa ampliação do aspecto do turismo, uma vez que a Bahia possui todas as condições para que isso ocorra. Assim como agora a gente fez uma caminhada pela Europa, para mostrar que um Estado que tem quase 365 dias de sol pra área de energia, também tem 365 dias de sol pra área do turismo náutico, para o turismo na Chapada Diamantina, paro o turismo ecológico, assim como também para o enoturismo”, disse Pinheiro, ao ressaltar que diferente da região da Toscana, na Itália, que possui apenas uma safra de uvas por ano, a Bahia possui duas safras, podendo chegar a três. 

Pinheiro afirmou ainda que a Seplan, através da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), vai produzir um estudo minucioso do turismo no estado. “Um estudo que não existe, portanto, para fazer uma análise mais minuciosa de todas as oportunidades de todos os pontos, o que é que a gente tem no Estado como um todo, fazendo esse mapa do turismo na Bahia”, disse. Ele também citou a importância de atualização constante e sistemática dos instrumentos de monitoramento e avaliação do Estado. “Então a ideia é que esses dados sejam utilizados do cotidiano pela Secretaria, permitindo correções a cada momento e criando as condições para, cada vez mais, ampliar as oportunidades de turismo como fonte geradora de mão de obra, geração de economia, de movimentação e de formação de mão de obra”, completou.

O secretário do turismo, Fausto Franco, ressaltou a importância do planejamento para potencializar o turismo na Bahia. “É muito positivo e indispensável este alinhamento com as outras secretarias de estado, ainda mais com a Secretaria do Planejamento. Eu, que vim da iniciativa privada, posso afirmar que uma das minhas bandeiras diárias com a equipe da Secretaria e com o segmento turístico é que o planejamento é algo indispensável para que a gente possa, de fato, executar as nossas bandeiras. A Bahia tem um potencial turístico muito grande, mas ao mesmo tempo muito plural e se a gente não fizer um planejamento a gente acaba desfocando e não atingindo as metas que precisamos ter”, disse.

A reunião fez parte de uma série de encontros que a Secretaria vem promovendo no sentido de buscar promover o alinhamento das metas de cada órgão do estado com os instrumentos de planejamento e gestão, a exemplo do Plano Plurianual (PPA) e o Plano de Desenvolvimento integrado (PDI), que tem como horizonte o ano de 2035.

 

 

Foto: Ascom/Seplan

Recomendado para você

Sobre o autor: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *